HEIJUNKA: CONCEITO LEAN PARA AUMENTAR A PRODUÇÃO

CAPA CICLO PDCA
CICLO PDCA: COMO FAZER (Planejar-Fazer-Verificar-Agir)
1 de agosto de 2019
CAPA SMED LEAN E O SETUP REDUZIDO
SMED: LEAN, A FERRAMENTA E O SETUP REDUZIDO
1 de agosto de 2019
Show all

HEIJUNKA: CONCEITO LEAN PARA AUMENTAR A PRODUÇÃO

Capa Heijunka

HEIJUNKA: CONCEITO LEAN PARA AUMENTAR A PRODUÇÃO

Aprenda como o que é Heijunka, conceito e como estabelecer um fluxo contínuo através do método Lean para aumentar a produção de sua empresa.

Qual empresário nunca buscou manter o fluxo de trabalho estável? A demanda flutua, o tempo é escasso e para acompanhar os pedidos, ainda tem a superprodução para atrapalhar. 

O método Heijunka é um conceito que otimiza a sua capacidade para atender a demanda. Conhecido popularmente por caixa ou Heijunka box, é uma ferramenta que ajuda a visualizar os itens de trabalho.

Conceito Heijunka

Heijunka - Nivelamento

O heijunka é um conceito do método Lean que reduz o desnível numa produção e minimiza as chances de sobrecarregar os processos. De origem japonesa, o Heijunka significa nivelamento, sendo que ele pode ajudar você a reagir melhor às variações de demanda

A implementação do Heijunka faz com que você pare de produzir em lotes e processe pedidos no momento em que é solicitado. Assim, reduzimos o estoque, já que teremos menos mercadorias reservadas.

Um dos benefícios é que sua equipe estará protegida se a demanda aumentar, caso você produza de acordo com seu tempo. Desta forma, você terá um ritmo constante, de acordo com sua demanda média. 

Agora, vamos ver as duas formas de nivelar a produção:

Nivelamento de Volume

Para um fluxo contínuo, você deve processar em lotes e fazer somente o que foi solicitado. Desta forma, mantemos os custos de estoque baixo. 

A filosofia Lean ensina que devemos começar a produzir um produto somente quando for solicitado. Mas isso pode não ser tão eficiente, pode ser que sua empresa tenha que se adaptar para um fluxo constante.

Heijunka e seu conceito faz com que você nivele a produção por média de pedidos. Isto é: vamos supor que você venda uma média de 50 produtos, que variam durante a semana, portanto, você pode implementar por volume. 

Para manter um fluxo estável, neste caso você deve processar 5 pedidos por dia até o fim de semana. Assim, pode manter o funcionamento da produção continuamente, sem pressão.

Nivelamento de Tipo

Heijunka é um conceito que também pode ser aplicado quando você gerenciar seus produtos. Sendo assim, podemos nivelar com base na demanda média e organizar conforme solicitado. 

Produção enxuta, um dos conceitos do Lean e princípio de criar somente o que precisa atender. Por exemplo, se você vender 15 produtos A, 10 produtos B e 5 produtos C vai precisar ajustar a capacidade para 20 produtos por semana. 

Portanto, o Heijunka vai nivelar ainda mais sua produção e acompanhar a demanda. Para isso, foi desenvolvida a ferramenta chamada caixa Heijunka que visualiza o que precisamos produzir. 

Benefícios do Heijunka

O Heijunka é um conceito que permite aumentar a produção como um todo, sendo que sua implementação permite:

  • Ordena o fluxo de trabalho e atende à demanda do cliente.
  • Reduz custos de estoque
  • Evita a superprodução.
  • Proteção contra sobrecarga de equipe com alta demanda.
  • Tempo de takt definido
  • Eficiência ideal

Caixa Heijunka: Conceito

Heijunka box

É também conhecido por Heijunka box, a caixa Heijunka é uma ferramenta que realiza uma espécie de agendamento, de maneira clara e que seja possível visualizar os itens de trabalho que precisam ser concluídos. Desta forma, atendemos à demanda média dos clientes.

Então, é um sistema traz uma ordem visual de cada produto e, de acordo com a demanda, propicia o nivelamento sequencial de produção para alcançar um fluxo ideal.

Normalmente, a caixa de Heijunka é dividida pelo tipo de produto e a quantidade, como uma espécie de grade, para que você produza conforme necessário, inclusive, com cada dia da semana, funcionário e etc. É uma forma de organizar o quê, quando e quem vai produzir. 

Cada caixa serve como um contêiner, realmente como uma grade, onde estão alocados cartões de produção para os itens agendados. Porém, hoje em dia existem uma variedade de Heijunka Box. 

Você pode fazer a mão, em um quadro e, desenhar itens de trabalho dentro como notas, ou até mesmo construir uma caixa, depende de sua necessidade. Ou seja: o tempo takt pode variar, sendo que você pode inserir muitos ou nenhum pedido.

Inclusive, você pode usar o método Kanban dentro do Heijunka, onde cada item na caixa seja um dos cartões para passar pelo processo de fabricação somente quando solicitado. 

Para implementar o conceito Heijunka

Heijunka - repetição fixa

Primeiramente, para nivelar a produção é necessário definir o ritmo de fabricação. No Heijunka, isso se chama Tempo Takt. Ou seja, se trata do tempo que leva para concluir um produto ou taxa de aquisição do cliente. 

Desta forma, a taxa de produção permanece em paralelo com a demanda do cliente. Isto é, uma fabricação nivelada e livre de gargalos. 

O problema é que a compra do cliente não é previsível. Portanto, o Heijunka serve para ajustar esses padrões e atender as necessidades do cliente sem que aconteçam desperdícios.

Ajustes com Heijunka

A filosofia Lean incentiva a fabricação diária, portanto, é necessário minimizar o tempo de troca para que seja convertido a linha de produzir de um produto para outro. Agora, as mudanças que vão determinar a eficácia do conceito Heijunka.

Heijunka e seu conceito traz previsibilidade, mais flexibilidade e maior estabilidade. Caso você fabrique muitos produtos e mantenha um pequeno estoque em buffer, tem maior flexibilidade para atender os padrões da demanda. 

Uma das principais abordagens de nivelar a demanda é gerenciar as vendas e examinar o mercado. Desta forma, é possível prever com maior facilidade os clientes.

Depois, para nivelar a demanda, é necessário compreender os sistemas usados para realizar os pedidos. Normalmente, ordenar os pedidos pelos sistemas trazem dados reais de vendas e maior clareza. 

Por último, é fazer um estoque de segurança como amortecedor e, se for o caso, isolar a produção normal. Portanto, o único problema são os custos, mas cabe aos gestores eliminar os níveis muito altos de estoque.

Esses níveis de nivelamento da produção e as técnicas enxutas reduzem drasticamente a produção e os níveis de estoque. 

Compreendeu o Heijunka, conceito e como aplicar? Ajudamos você a nivelar sua demanda?

Deixe sua dúvida ou sugestão aqui embaixo.

Não esqueça de compartilhar nas redes sociais!

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *