CALCULAR O ESTOQUE DE SEGURANÇA
6 de julho de 2019
tudo sobre lean
TUDO SOBRE LEAN
25 de julho de 2019
Show all

SISTEMA DE PRODUÇÃO EMPURRADA

cAPA SISTEMA PRODUÇÃO EMPURRADA

SISTEMA DE PRODUÇÃO EMPURRADA

A sua empresa criou uma coleção e de cara, apostou no mercado. Primeiro, a produção e depois as vendas. Vamos saber o que é sistema produção empurrada?

Geralmente, nas empresas existem dois tipos de produção para um produto ou serviços: produção empurrada e produção puxada. A produção empurrada é quando você produz e depois distribui para venda, sendo o seu processo produtivo constituído em produzir e empurrar para frente, independente da demanda. 

Portanto, o papel principal no sistema de produção empurrada é fazer com que o vendedor faça todo o trabalho de venda sozinho e faça milagres. De qualquer forma, o objetivo é aumentar as vendas e manter a produção contínua e sem limites. 

Desde o início da era industrial, o método de produção empurrada foi desenvolvido. Portanto, naquela época não existia tanta concorrência e o mercado era amplo. Afinal, tudo era lucro e a qualidade não era tão preocupante.

Neste post, vamos saber como funciona o sistema de produção empurrada.

Quais os problemas do sistema de produção empurrada?

PROBLEMAS SISTEMA PRODUÇÃO EMPURRADA

Um problema comum e nítido em diversos ramos de serviços e comércio de produtos, é que nós, meros consumidores, somos bombardeados por ofertas, muitas vezes, sem sentido. 

Sempre surge aquela opção de algo que não precisamos. Portanto, esse é um bom exemplo de como se empurra as coisas. Assim também,  tem aqueles que mascaram isso. Mas de qualquer forma, esse é um dos reflexos do sistema de produção empurrada. 

Muitos vendedores te enganam só para vender seus produtos que estão “sobrando”. Sendo que: essa sobra advém da má gestão de estoque e empresa, por não entender sobre a real demanda daquele produto ou nicho. 

Entre outros problemas, que são devidos uma análise, é sabermos os gastos que geram o armazenamento desses produtos e as perdas referentes ao excesso de produtos. Além de tudo, o excesso na produção, sem real necessidade, pode fazer com que ela se torne mais lenta, ao sobrecarregar os funcionários com muitas funções. 

Enfim, as alterações no planejamento de produção e as variações da demanda, além de dificuldades na hora de adequar a produção ao tempo de processamento e ao tamanho do lote, são alguns dos problemas que enfrentamos para controlar a quantidade de demanda e o nível. Afinal, o pior de tudo: ter estoque de segurança em excesso.

Por que puxar invés de empurrar?

A outra forma de produzir, chamada produção puxada, também é um conceito lean. Isto é, o foco é produzir somente o necessário e agregar valor aos clientes. Neste caso, quem manda é a demanda: pediu, aguarda a produção e levou!

Empurrar pode nos trazer grandes problemas como:

  • Ineficiência
  • Desperdício
  • Insatisfação
  • Maior lead time
  • Demora no suprimento a cada mudança de consumo
  • Falta de comunicação
  • É mais difícil de corrigir e identificar as falhas
Capa - sistema de produção empurrada

O sistema de produção empurrada pode fazer com que sejam gastos supérfluos, com coisas sem necessidade. Depois, quem paga a conta? Nós! No caso, a empresa. Portanto, isso afeta diretamente o consumidor. Enfim, a conta sai cara.

De certa forma, pode até dar a impressão de lucro a curto prazo, mas as empresas de sucesso usam a produção puxada como referência. 

A produção empurrada de maneira mais técnica

Sistema produção empurrada

Antes do produto ter sido analisado no mercado, a produção já é realizada. Mas é como dar um tiro no escuro. Ainda, neste conceito, este tipo de produção depende da coleta de dados. Por vezes, a ordem acontece pelo sistema MPR – Material Requirements Planning – ou denominado cálculo das necessidades de materiais e planejamento de recursos de manufatura.

Portanto, esses sistemas são usados para fazer os pedidos conforme a capacidade de produção e previsão da demanda. Objetivamente, permite a entrega rápida, com menores frações de estoque, adquirindo apenas o que foi planejado.

A produção funciona da seguinte forma: depois da ordem do cliente, vem a compra da matéria-prima. Logo, quando a matéria-prima está pronta, inicia o processo de transformação do produto, para que finalize e seja entregue nas mãos do cliente.

No sistema de produção empurrada, não é necessária a programação, a ordem já é colocada novamente no final do último processo. Assim, quando fizerem um novo pedido, já vai estar produzido e ser enviado, sem uma devida organização neste meio do processo. 

Afinal, aí que entram os diversos problemas que citamos até aqui, sendo que eles podem ser resolvidos através da produção puxada. 

+ RECURSOS MENORES E MAIS VALOR PARA O CLIENTE SAIBA TUDO SOBRE LEAN

+ Eficiência e colaboração, em prol de satisfazer o cliente: FERRAMENTA 5S – O QUE É A 5S FERRAMENTA DA QUALIDADE NA INICIATIVA ENXUTA?

E, qual das produções uso em minha empresa?

Em uma mesma empresa, pode existir os dois tipos de sistema de produção empurrada e puxada paralelamente. Isso vai depender muito do tipo de produto, capacidade de produção, demanda e quanto a empresa está disposta a desembolsar para o negócio. 

Logo, a produção empurrada consegue atender a toda demanda e tem maior ociosidade. Portanto, o lado bom: não tem atrasos, contato que estejam alinhadas a produção e a área de vendas, para ordenar a produção.

Na prática da produção empurrada, os lotes de produtos são grandes e sem planejamento, o que gera muito estoque. Neste modelo, é necessário fortalecer a marca e gerar mais propagandas e estimular os vendedores para conseguir sempre mais vendas.

De fato, o grande problema da questão da produção empurrada, é que em meio a tantas variedades, os clientes sempre mudam de opinião e buscam novos produtos, enjoam muito fácil. Sendo assim, dar um tiro no escuro pode não ser tão vantajoso para uma linha de produção.

+ Para saber como otimizar a produção: TPM – LEAN MANUFACTURING: Benefícios da Manutenção Produtiva Total

+ Manter um fluxo contínuo na produção? HEIJUNKA: CONCEITO LEAN PARA AUMENTAR A PRODUÇÃO

VANTAGENS DA PRODUÇÃO EMPURRADA

Podemos citar algumas vantagens, caso mesmo assim você queira continuar ou implementar o sistema de produção empurrada produção empurrada. 

  • É mais estático com relação a demanda
  • A produção é repetitiva
  • Os prazos e controle de produção
  • Formação de estoque
  • Maior controle do Planejamento e Custo da Produção (PCP)
  • Variabilidade de produtos
  • Estruturas mais complexas

Em conclusão, se você quer saber mais, e ler sobre gestão e controle de estoque, sugerimos que você saiba:

+ TUDO SOBRE LEAN para enraizar a cultura do enxuto em suas veias

O QUE É KANBAN? GUIA DEFINITIVO: Conceito Implementação e Controle

GESTÃO VISUAL LEAN MANUFACTURING: COMO UTILIZAR A TÉCNICA

Enfim, consegue imaginar o modelo que trabalha de forma puxada? Se tiver duvidas, acesse 

+ SISTEMA PUXADO DE PRODUÇÃO para saber mais sobre a produção puxada. 

Gostou? 

Curte, compartilha e deixa sua experiência ou dica aqui embaixo. 🙂

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *